domingo, 10 de maio de 2009

Trechos de "A menina que roubava livros"




- Uma prequena teoria -

As pessoas só observam as cores do dia no começo e no fim, as, para mim, está muito claro que o dia se funde através de uma multidão de matizes e entonações, a cada mmento que passa. Uma só hora pode consistir em milhares de cores diferentes.
Amarelos céreos, azuis borrifados de nuvens.
Escuridões enevoadas.
No meu ramo de atividade, faço questão de notá-los.

- Um anúncio tranquilizador -

Por favor, mantenha a calma, apesar da ameaça anterior.
Sou só garganta...
Nã sou violenta.
Não sou maldosa.
Sou um resultado.

1 comentários:

Beta Souza disse...

Este livro me marcou mt.
Vc gostou???
bjkas

 
template by suckmylolly.com