sábado, 21 de março de 2009

"Don't leave me high, don't leave me dry..." *


Ontem teve o show do Radiohead, e eu não fui...buaaaaaa.
Pelo o que eu li hoje de manhã, os fãs ficaram bem satisfeitos com as 2 horas de show e o repertório com as canções que todos esperavam, inclusive "creep", a música de maior sucesso da banda. Mas a única que eu faria questão de escutar, se fosse no show, seria "Fake Plastic Trees" mas eles não tocaram...

Mas não é sobre o show que quero falar. Quero falar sobre a falta de criatividade das musicas de hoje. Do funk então, nem se fala. Como que essa gente consegue ouvir a mesma batida sempre com a mesma frase repetida inúmeras vezes? Aqueles lindas rimas, cantadas por alguém que fez aula de canto por longos anos... ¬¬'
Desculpa pela ironia, mas eu não consigo compreender como isso consegue fazer tanto sucesso.
Sinto saudade das belas rimas, do sentimentalismo, da criatividade, de expor emoções, da vontade de fazer música de verdade. Porque se você quer fazer música, faça direito ou não faça.
É claro que pra tudo tem suas exceções, como "Gabriel, o pensador", que consegue colocar em rimas e versos sua revolta sobre a vida, sobre a política, sobre atuais acontecimentos de uma forma não muito direta e inteligente. O Marcelo D2, que mistura sons, efeitos, samba e rap com suas letras criativas, que ja lhe renderam alguns prêmios. Ou a MPB que ainda tem os seus artistas consagrados, que continuam fazendo sucesso nos dias de hoje, apesar dessa ridicularização da música.
As letras das musicas do Radiohead, por exemplo, tem a maior carga de emoção do compositor, são letras com histórias de vida, de momentos felizes ou tristes. Ta aí o porque de 24 mil fãs presentes no show. Eles se identificam de uma certa forma, com a vida daquele autor, se emocionam e a música toca a alma. Porque é esse o prazer de escutar uma bela música, você sentir na pele de quem escreveu a melodia, vivenciar aquele momento.
Eu prefiro viver "num clipe sem nexo, um pierrot-retrocesso. Meio bossa nova e rock'n roll"
; )

* High And Dry (Radiohead)

1 comentários:

FLAusino disse...

Mocinha, o funk faz parte da cultura Brasileira!!! Huhhuahuuhauha

SU, muito legal o seu blog, comentarei mais vezes!

bj

 
template by suckmylolly.com